perfect mashup #3

perfect mashup

Quero começar por dizer que MORRO de inveja de todos os seres humanos que tiveram a oportunidade de ver este senhor ao vivo há uns fins de semana atrás em Lisboa! Dia 16 de Abril mais precisamente o palco do MEO Arena recebeu de braços abertos aquele que é provavelmente o DJ do momento, sim, estou a falar do norueguês Kygo!

Há uns anos atrás este ‘menino’ esteve na Universidade de um colega meu na Escócia, fez uma pequena apresentação que marcou pela diferença e porque o que é bom deve ser compartilhado esse meu colega deu-me a conhecer aquele que seria o meu companheiro das horas, desde então tenho estado atenta a tudo o que se vai passando na ascensão deste artista e deixem-me que vos diga que está cada vez melhor!

O seu novo album Cloud 9 está aí à porta e depois de lançar o single Fragile Kygo delicia-nos com um novo hit Raging que coloca o album no topo da tabela antes mesmo de ter saído! O início das vendas está marcado para 13 de Maio e apesar de ainda faltarem umas semanas este tão esperado trabalho do artista norueguês espera-se já como um dos melhores álbuns de música eletrónica do ano.

Mas falemos então um pouco deste single que conta com a co-escrita do tema por parte de James Bay e com o instrumental da banda de rock irlandesa Kodaline. O nome da música em tudo aponta para um frenesim algo acelerado, no entanto o espanto surge quando começamos a ouvir um compasso progressivo de guitarras, acompanhadas por um piano suave, vozes nada frenéticas e uma percussão um tanto ou quanto tropical. E quando prestamos atenção à letra notamos que afinal este é um conto de um casal apaixonado ‘furioso’ com os sentimentos que não cabem mais dentro deles, e que melhor maneira de os libertar senão numa balada como esta.

Apesar de se distanciar um pouco daquilo a que nos tem habituado Kygo continua a aquecer corações, pelo menos o meu, e a demonstrar o porquê de todo o seu sucesso! Que o resto de Cloud Nine seja ainda melhor! Até lá, deliciem-se com este jogo de cores e sentimentos!

Até à próxima!

One thought on “perfect mashup #3

  1. I could read a book about this without finding such real-world aperaochps!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *